Exposições Abril 14

Exposições que podem ser visitadas durante o mês de março de 2014, em: Anadia, Aveiro, Cascais, Castro Verde, Condeixa, Estoril, Estremoz, Ferreira do Alentejo, Lisboa, Marinha Grande, Porto, São Domingos de Rana,

 

 

 

 

Anadia

PortoCartoon “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”

Exposição PortoCartoon “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, no Museu do Vinho - Bairrada. Inauguração dia 8 de março, às 16h. A mostra pode ser vista até 27 de Abril de 2014.

Horários de terça a sexta-feira: 09h00 / 13h00 e 14h00 / 18h00

Horários fins de semana e feriados: 10h00 / 19h00

Entrada: 1 euro

Até 12 anos entrada gratuita

Visitas guiadas por marcação: museuvinhobairrada@mail.telep

Aveiro

"Rostos com historia e estorias no rosto" é o título da exposição de pintura de Gina Marrinhas, que estará patente ao publico de 24 de março a 18 de abril, na Galeria da antiga Capitania do Porto de Aveiro (Edificio Sede da Assembleia Municipal de Aveiro).

 

Cascais

 

Centro Cultural

 

espaço de jogo, Marilice Corona

 

A Fundação D. Luís I tem a honra de convidar V. Exa. e Família a estarem presentes na inauguração da exposição espaço de jogo, de Marilice Corona, no Centro Cultural de Cascais, dia 12 de abril de 2014, pelas 18h00.

 

Em exposição até 1 de junho de 2014, de terça a domingo, das 10 às 18 horas . Entrada Livre .

 

Junta de Freguesia

A Junta de Freguesia de Cascais Estoril acolhe, nas suas instalações no Largo da Vitória, Cascais, a mostra de pintura de Luís Liberato que ficará patente ao público de 14 de Março a 2 de Abril, das 9 às 17 horas. De segunda a sexta-feira.

Castro Verde

 

Exposição de Cartazes do 25 AbrilRevolução tranquila, de cravos, o 25 de Abril explodiu em todos os sectores.
Foi em 1974 e, nos cartazes de então, derramou-se em cores e formas singulares que encheram os olhos do país. Hoje são raridades concebidas com arte e engenho por Vieira da Silva, João Abel Manta e Vespeira, três dos artistas mais relevantes que inscreveram os seus nomes na iconografia da revolta militar.
“25 de Abril em Cartaz” reúne uma seleção de 45 cartazes pertencentes à coleção do Museu Nacional da Imprensa e incorpora alguns dos ícones do 25 de Abril.
São imagens que fizeram história e que podem ser vistas ou revistas nesta mostra evocativa de um dos mais importantes acontecimentos da História de Portugal.
 

 

Fórum Municipal | 18h00Horário da exposição: 2ª a 6ª das 9h às 19h.

 

Sábados das 15h às 18h.Org: Câmara Municipal de Castro Verde.Parceria: Museu Nacional da Imprensa. Até 23 de Maio-

 

 

 

Condeixa

Biblioteca Municipal

 Cores e Flores

Exposição de Pintura “Cores e Flores” de Minda Lavado na Biblioteca Municipal de Condeixa.

Nota Biográfica:
Maria Arminda Henriques Rodrigues Andrade, nasceu a 19 de Julho de 1964 em Condeixa-a-Nova - Coimbra. Licenciada na Escola Universitária das Artes de Coimbra – ARCA/EUAC. Conta no seu percurso artístico com inúmeras exposições, individuais, coletivas, nacionais e internacionais tais como: Ille-de-France-Paris, Condeixa, Coimbra, Nelas, Resende, Ançã e Lousã.

22 de Março a 21 de Abril de 2014

Estoril

 Junta de Freguesia

A Junta de Freguesia de Cascais Estoril acolhe nas suas instalações na Rua de Santa Rita, no Estoril, uma colectiva de pintura, "O 3º Salão Internacional de Arte - Galeria Aberto do Estoril 2014". Patente de 15 de março a 2 de abril, das 10 h. às 18 horas, de terça a sábado.

Estremoz

   

Centro Cultural Dr. Marques Crespo

PALETA DE CORES ALENTEJANA”- Pintura de Isabel Zamith - as suas telas são um mundo de cores, anunciadores da Primavera, onde o pormenor e o realismo são características que sobressaem – Sala de Exposições Temporárias do Centro Cultural Dr. Marques Crespo (até 12de abril);

Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte 

"O SURREALISMO NO ACERVO DA COLEÇÃO DE DESENHO DO MUSEU MUNICIPAL DE ESTREMOZ”- A presente exposição possui trabalhos doados pelos seus autores para o acervo de Desenho do Museu Municipal de Estremoz em 1983, 1997 e depois em 2007 - Palácio dos Marqueses da Praia e Monforte (até 18 de maio).

 

Ferreira do Alentejo 

Sam

Em Ferreira do Alentejo o Museu Municipal assinala o 25 de abril com 80 desenhos de um dos mais importantes iconoclastas do pós-25 de Abril – o grande humorista Sam, conhecido pelo seu alter-ego Guarda Ricardo -, naexposição “RevoluSam”. Ainauguração da mostra cedida pelo Museu Nacional da Imprensa do Porto decorre sexta-feira, 25 de Abril, às 21 horas. Até 25 de Maio.

 

Lisboa

Espaço Arte Tranquilidade

O Espaço Arte Tranquilidade apresenta, no âmbito do segundo ano de programação com curadoria de Maria do Mar Fazenda, a exposição individual de Rui Dias Monteiro: “Sobre cada erva”. A presente mostra reúne o mais recente trabalho em fotografia do artista e tem inauguração marcada para o próximo dia 6 de março às 19 horas. A mostra pode ser visitada até 19 de Maio 2014.

Marinha Grande

Foyer da Casa da Cultura

Exposição de Emanuel Gameiro

No âmbito das comemorações dos 40 anos do 25 de Abril de 1974, o Foyer da Casa da Cultura recebe no dia 12 de abril (sábado), pelas 17h00, a inauguração da exposição de pintura ”A Arte e a Vida Social”, da autoria de Emanuel Gameiro, que ficará patente até ao dia 11 de maio.

A organização está a cargo da Câmara Municipal da Marinha Grande que pretende animar o Centro Tradicional, divulgar os artistas locais e criar novos espaços de atração cultural.

A Arte e a Vida Social” é uma exposição de arte contemporânea com uma textura inconfundível, inspirada no mundo da cor e na originalidade dos momentos da vida, o artista combina traços fortes e únicos com várias cores conjugadas entre si, criando movimento e equilíbrio, características que distinguem as suas obras.

Nascido em 1983 (Santarém), Emanuel Gameiro vive na Marinha Grande desde os 3 anos e iniciou a sua atividade artística em 1998. Desde 2001 que a obra do artista local, é reconhecida nacional e internacionalmente. As suas obras estão patentes internacionalmente em Espanha, França, Irlanda do Norte, Inglaterra, Luxemburgo e Suíça. Atualmente apresenta exposições em todo o país, realizando pinturas ao vivo no Algarve, Figueira da Foz e Lousã.

A exposição pode ser visitada no Foyer da Casa da Cultura, junto ao Museu do Vidro, na Praça Guilherme Stephens, de terça a domingo, das 10h00 às 18h00.

 

Marinha Grande

 

No Àtrio dos Paços do Concelho da Marinha Grande vai ser inaugurada no dia 24 de Abril a exposição "Estado Novo: A censura até ao 25 de Abril". Até 31 de Maio

 

 

Porto

 

Museu Nacional da Imprensa

 

 

Exposição “25 de Abril, 40 anos”

 

Até 31 maio 2014, das 15h às 20h A exposição “25 de Abril, 40 anos” tem uma matriz dinâmica, crescendo à medida que o tempo avança. Mensalmente serão acrescentadas novas peças até ao 25 de Abril de 2014.
A mostra dedicada aos 40 anos da ‘revolução dos cravos’  reune jornais, cartazes, fotografias, livros e discos, além de provas de censura.
Coordenada pelo diretor do Museu, a mostra começa com um conjunto de peças censuradas há 40 anos e relativas a acontecimentos de 1973, cuja divulgação o regime ditatorial controlava através da Comissão de Exame Prévio, designação que substituiu a Comissão de Censura imposta por Oliveira Salazar.

 

 

 

A exposição abre no espaço nobre do museu, junto das relíquias tipográficas, e ficará sendo apresentada progressivamente por outros espaços, designadamente pela Galeria de Exposições Temporárias.
 
 
Centro Português de fotografia
 
O Centro Português de Fotografia apresenta a partir de 12 de Abril, a exposição “Os Rapazes dos Tanques”, de Alfredo Cunha, que nesse dia apresenta um livro homónimo, com textos de Adelino Gomes, no âmbito das Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril.A mostra pode ser visitada até 29 de junho.

 

 

São Domingos de Rana

 

Quinta de Rana

 

 

A Quinta de Rana é um cenário magnífico para uma exposição de arte de grande qualidade. Trata-se de uma mostra intitulada “Quimeras” de trabalhos escultóricos e telas da artista plástica Maria de São Pedro (Milêna). A exposição pode ser visitada até 13 de Maio, na cafetaria 5ª de Rana, Rebelva, São Domingos de Rana.

 

Quimeras” desvenda o mundo onírico desta artista plástica, atravez das suas pinceladas curtas e precisas, da intensidade cromática, do seu génio para transformar os sonhos em cores e formas envolventes e voluptuosas.

 

Maria de São Pedro cursou a E.S.B.AL e conta no seu percurso mais de duzentas exposições de pintura, escultura e vitral. Foi membro fundador do Grupo d' Arte Mandala e a sua pintura está representada no Museu Condes de Castro Guimarães, Câmara Municipal de Sintra, Hotel Village, Hotel Altis e em numerosas colecções particulares.

 

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!