Um dos mais antigos testemunhos de escrita do Ocidente

guihoteluseum2018p2Por: Guilherme Cardoso

 

 

Decorreram no passado do 5 de Maio, no Hotel Eurostars Museum, em Lisboa, três conferências sobre a Idade do Ferro de Lisboa e uma visita guiada às instalações do hotel, onde foram destacados os vestígios daquela época identificados naquele local, onde existiram os antigos Armazéns da Casa Sommer.

 

 

 

 

 

 

 

 

guihoteluseum2018p1

guihoteluseum2018p

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A primeira palestra foi proferida por Paulo Rebelo e Nuno Neto, da Neoépica, que falaram das escavações arqueológicas ali efectuadas no seguimento dos trabalhos realizados pelas arqueólogas Ana Gomes e Alexandra Gaspar, da DGPC, em 2004.

A Professora Dr.ª Elisa de Sousa, da Universidade de Lisboa, apresentou uma panorâmica de Lisboa durante o período da Idade do Ferro.Seguiu-se a conferência do Professor Dr. José Ángel Zamora Lopés, do Centro de Ciencias Humanas y Sociales, de Madrid, especialista nas culturas do próximo oriente e sua expansão no mediterrâneo, que falou na estela funerária de época fenícia descoberta no espaço do actual hotel e que é uma das inscrições semitas mais antigas da Península Ibérica.

A finalizar, decorreu uma visita guiada por Nuno Neto aos vários núcleos musealizados do Eurostars Museum, onde os participantes puderam ver a estela fenícia, outras peças arqueológicas de várias épocas e as ruínas agora integradas no novo hotel.

 

 

Mais imagens: https://www.facebook.com/pg/Cyberjornal/photos/?tab=album&album_id=1823642604359205

 

cyberjornal, 7 Maio 2018

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!