"Apenas um Homem", Carlos Carranca

CarrancaFoi apresentada no fim da tarde de hoje, 8 de Novembro a mais recente obra de Carlos Carranca,  "Apenas um Homem", na sede da Associação José Afonso - AJA, em Lisboa.

O livro, com chancela da Editora Talentilicious, vem juntar-se aos cerca de 40 títulos ( poesia, ensaio, crónica e teatro) que compõem a bibliografia do autor, nascido na Figueira da Foz, em 1957..

Carrancalivrofrase

Carrancalivro

Durante a apresentação da obra, que esteve a cargo de outro homem da música e das artes e letras, José Maria Carvalho, o autor brindou os muitos amigos que acorreram à sede da AJA com a interpretação de alguns temas da canção coimbrã, acompanhado à guitarra e à viola por Paulo Alexandre Almeida, Francisco Viana, José Reis e Arnaldo Tomás.

Professor do Ensino Superior, poeta, ensaísta, cronista e dramaturgo, Carlos Carranca é também um declamador empenhado na divulgação da poesia portuguesa e uma das referências do Fado e da Balada de Coimbra.

Para além de professor auxiliar convidado da Universidade Lusófona, é docente da Escola Superior de Educação Almeida Garrett e da Escola Profissional de Teatro de Cascais. Foi presidente da Direcção da Sociedade de Língua Portuguesa e fundador e elemento da Direcção do Círculo Cultural Miguel Torga, bem como sócio fundador da Sociedade Africanóloga de Língua Portuguesa. Integra o Centro de Estudos de História Contemporânea e fundou o Centro de Iniciação Teatral, juntamente com Carlos Avilez e João Vasco. 
Entre outras distinções, em 2001, recebeu a Medalha de Mérito Cultural do Município de Cascais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

cyberjornal, 8 Novembro 2018

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!