A lenda de Ana Dias

Anadialenda17O município de Anadia iniciou, no corrente mês de janeiro, mais uma edição de “Uma aventura na casa dos livros”, atividade dirigida a alunos das escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB), que decorre até maio, na Biblioteca Municipal de Anadia.

“Anadia” é o tema da edição deste ano, que vai, assim, ao encontro das temáticas previstas no plano geral de atividades da autarquia, com enquadramento específico no conjunto de ações delineadas para a área da educação.

Esta iniciativa visa dar a conhecer, às crianças do concelho que frequentam as escolas do 1.º CEB, da rede pública, um pouco mais sobre as lendas associadas à história local, numa sessão de animação do livro e da leitura.

A “Lenda de Ana Dias” abre o leque de narrativas locais que serão contadas ao longo das próximas edições. Graças à adaptação de um texto de Idalécio Cação, publicado, em junho de 1991, na revista Aqua Nativa, a figura da estalajadeira Maria ganha vida e apresenta Ana Dias às crianças, afiançando que esta tinha as “uvas mais famosas e doces de todos estes barros de então (…). E que fazia um vinho de muita alegria e fama (...), de tal forma que teria dado nome à terra de Anadia.

               Conhecer para compreender, e valorizar e preservar a cultura local foram aspetos que nortearam o projeto desta edição de “Uma aventura na Casa dos Livros”, partindo da premissa de que, através da promoção e da valorização da história local, podemos contribuir para o desenvolvimento cultural da comunidade, para o reforço da identidade local, e para o fortalecimento da coesão social e territorial no concelho de Anadia.

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!