Coisas de vinho

vinhocoisas3Por: HVP.

Gostas de ouvir falar de vinho, das civilizações humanas que domesticaram a videira para saborear os frutos orbiculares e descobriram os processos de fermentação até apurar o precioso néctar presente à mesa dos mais importantes acontecimentos?

 

vinhocoisasPuro deleite, depois de medicamento, o líquido valorizado por rituais sagrados é tão antigo como o homem civilizado. Tomado com moderação reforça o calor do convívio, reescreve momentos de perfeita simbiose entre humanos e paisagem, faz evocar Dionísio/Baco no êxtase e alegria das grandes ocasiões.

Se gostarias de saber quando e como começaram os habitantes da Península Ibérica, mormente os alentejanos, a venerar o amadurecimento das uvas sob as carícias do sol, que adegas ou produtores de vinho da região contribuíram para a depuração de bebidas deliciosas, ou como uma legião de anónimos continua a trabalhar para encher as garrafas e os copos que chegam à tua mesa, programa uma viagem a Évora e vai assistir a mais uma edição da tertúlia Coisas de Vinho, que terá lugar no próximo dia 30 na Adega do Alentejano, na rua Victor Gabriel do Monte Pereira, nº. 21.

Na última quinta-feira de cada mês, pelas 18.30 (na próxima sessão às 18 em ponto) os interessados reúnem-se para saborear um copo enquanto partilham ideias sobre a importância do vinho na dinamização da economia do Alentejo. Há muitas actividades à volta da produção vitivinícola, o turismo é uma delas. E tão importante como a receita para as entidades locais, é avaliar o grau de satisfação do visitante em relação ao acolhimento e ao sabor dos produtos regionais, que não costumam defraudar.

O último encontro, antecedido pela apresentação do produtor de vinho João Grave da Quinta de S. José de Pêra Manca, aconteceu a 27 de Fevereiro. Teve como orador principal o historiador Francisco Bilou e encheu o espaço físico da Sociedade Bota Rasa, na Praça do Giraldo, activa desde Julho de 1839.

Desta vez o convidado será o brilhante orador Prof. Francisco Ramos que promete, com o tema O Vinho e asTabernas em Évora, e juntamente com o núcleo habitual de participantes, mais uma sessão cheia de interesse didáctico que irá estimular a partilha informal de conhecimento.

A organização está a cargo da Escola de Ciência e Tecnologia da Universidade de Évora sob a responsabilidade do Prof. Carlos Cupeto, Vinhos do Alentejo, Entidade Regional de Turismo, Divinus Gourmet e Grupo Diário do Sul.

Aparece, comunga do calor alentejano, comunica.

 

cyberjornal, 11 de Março 2017

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!