Sábado taurino em Azambuja

livro antonio salemaEsta tarde, a vila de Azambuja vai estar animada com um conjunto atividades taurinas e culturais que terão como palcos o Auditório Municipal e a Praça de Toiros local.

O primeiro evento será a apresentação do livro “António Salema, a impressão digital de um azambujense aficionado”, que terá início pelas 15 horas, no Auditório do Páteo Valverde. A obra celebra os quase 92 anos de vida de um homem muito querido em Azambuja, principalmente no meio taurino, e a sua enorme paixão pelo “mundo dos toiros”. Este livro, editado pelo Município de Azambuja, faz uma viagem por muitas histórias e memórias das várias décadas da intensa paixão de António Luís dos Santos Salema pela arte do toureio. O texto oferece, igualmente, uma panorâmica sobre a tauromaquia azambujense, com destaque para a sua declaração como património cultural imaterial do Município de Azambuja.

AzambujatauromaquiaAo lançamento do livro, seguir-se-á um momento de verdadeira “festa brava”.

Ali mesmo ao lado do Páteo Valverde, na Praça de Toiros Dr. Ortigão Costa, às 16.30, terá lugar uma aula prática de toureio a pé com a participação da escola de toureio da Associação Cultural A Poisada do Campino. A entrada na praça para assistir a essa aula será livre.

Pelas 18.30, as atenções regressam ao Auditório Municipal, desta feita para um colóquio subordinado ao título “Salvar a Tauromaquia Portuguesa é salvar os Novilheiros!”. Esta é uma iniciativa da Tertúlia Festa Brava e contará com um painel de cinco figuras ligadas ao universo taurino. Com a moderação a cargo do crítico Maurício do Vale, serão intervenientes João Santos Andrade (Ass. Nac. Criadores de Toiros de Lide), Nuno Pardal (Ass. Nac. Toureiros Portugueses), Miguel Alvarenga (Farpas Blogue) e Luís Pombeiro (Jornal Olé).

Após o colóquio decorre um jantar convívio.

CMA/cyberjornal, 24 Fevereiro 2018

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!