Faleceu Nuno Lima de Carvalho

Lima de Carvalho3Por: José d’Encarnação

Natural de Viana do Castelo (15-06-1932), faleceu hoje, 16 de Maio, o Dr. Nuno Lima de Carvalho.

Depois de intensa actividade como secretário-geral da Estoril-Sol, Lima de Carvalho entregou-se de alma e coração à sua galeria de arte no Casino Estoril, onde se fazia acompanhar por sua esposa. Duas presenças, aliás, que não dispensávamos.

E se, como responsável pela projecção da Estoril-Sol, lhe ficamos a dever a iniciativa pioneira de semanas gastronómicas, de artesanato e culturais, mormente relativas a regiões específicas (da Baía, de Trás-os-Montes, do Minho, da Galiza…), que sempre com saudade se recordarão, no âmbito das Artes Plásticas o seu entusiasmo pela pintura «naïf» não teve igual, assim como a organização dos salões de Arte Infantil, na perspectiva – sempre adiada pelas entidades – de vir a ser criado em Cascais um Museu de Arte Infantil.

Foi a sua galeria um berço onde se acarinharam os jovens artistas, quer pela sua aceitação nos salões da Primavera ou de Outono, quer porque, em colaboração com docentes das escolas de Belas Artes, cedo os finalistas aí puderam expor os seus primeiros e mais promissores trabalhos, acontecendo que muitos deles aí vieram a fazer a sua primeira exposição individual.

Poder-se-á mesmo afirmar que nenhum artista importante português deixou de ter as suas obras expostas no Casino Estoril, porque a todos Lima de Carvalho dava acolhimento.

Antes do movimento – que hoje se generalizou – de apoio à gastronomia tradicional, já Nuno Lima de Carvalho pugnava pela preservação dos pratos típicos de cada região, mormente do seu Minho natal. Recorde-se que, por isso mesmo, teve, a 27 de Janeiro de 2018, em Cascais, mui luzida homenagem prestada pela Confraria dos Gastrónomos do Minho, altura em que lhe fiz a fotografia que ilustra esta minha crónica de saudade.

Em Duas Vidas, Muitas Vidas, livro que foi lançado a 26 de Novembro de 2016, deu conta do que fora até então a sua vida e não hesitou em incluir aí referências a quantos passaram pela sua vida, quer como artistas quer como amigos.

Partiu, com a serenidade de ter lançado raízes para a construção de um mundo mais atento à Arte, ao Belo, àquilo que a Vida, afinal, de mais agradável nos pode proporcionar. Ao visitarmos, doravante, a Galeria de Arte do Casino, continuaremos a sentir ali a sua presença, o seu dinamismo, o seu incondicional apoio aos artistas, que hoje, seu filho, Pedro Lima de Carvalho, faz questão em perpetuar.

Que descanse em paz quem nunca desistiu de lutar. Aliás, nessa questão de ‘lutas’, recordarei que estava sempre a dizer que não compreendia por que razão se não deixavam as crianças entrar na galeria. Partiu já depois de essa batalha ter sido ganha, porque tal acesso recentemente se permitiu. Ganhaste, Amigo! Até sempre, irmão Nuno!

 

 

NR: O Velório realiza-se amanhã, a partir das 19 horas, na Igreja de Caselas. O funeral decorre no Sábado, com Missa de Corpo Presente, às 12.30 h, seguindo para o crematório de Cascais (Alcabideche) às 14 horas.

O cyberjornal apresenta as suas condolências à família de Lima de Carvalho.

 

 

cyberjornal, 16 Maio 2019

Joomla SEF URLs by Artio