Do estendal ao prato - 1001 maneiras de confecionar raia

EriceiraRaiaMais um fim-de-semana gastronómico na bela vila piscatoria da Ericeira, onde este fim-de-semana (22 e 23 de abril) se vai realizar uma mostra dedicada à raia.

Este peixe, abundante na localidadw, continua a fazer parte  dos saberes e sabores tradicionais da localidade. 

Tal como ocorre com o bacalhau seco, há 1001 maneiras de confecionar este peixe. O mais comum é comê-lo cozido, mas os entendedores não dispensam uma boa raia alhada ou um pitéu de raia, sendo em qualquer dos casos um petisco de inegável qualidade.

 

 

 

 

 

 

 

EriceiraRAIA17A raia, depois de seca, amanhada e bem lavada, é passada por salmoura. Em dias de sol, é colocada à porta das casas para ir secando, pendurada nos estendais, como se fosse roupa lavada.

Transforma-se numa forma económica de alimentar a família em tempos difíceis. 

No âmbito do plano de divulgação dos produtos endógenos do seu território, a Câmara Municipal de Mafra, em parceria com a Nuno Nobre Consultoria, organizou cinco mostras gastronómicas dedicadas à valorização de cinco peixes e mariscos locais. Assim, ainda neste mês (31 de março a 9 de abril,   decorreu com assinalável êxito,  o 3.º Festival internacional do Ouriço-do-mar.

Para além dos dois já mencionados, estão calendarizados:    Polvo (13 e 14 de Maio), Mexilhão (27 e 28 de Maio), Cavala (10 e 11 de Junho) e Percebes (24 e 25 de Junho).

Em qualquer destes eventos, conceituados chefes de cozinha e 15 restaurantes locais vão apresentar novas propostas com os produtos referidos, incluíndo-as nas suas ementas. Vão também realizar-se demonstrações culinárias, nos sábados e domingos programados, a partir das 16 horas na nova arena de show cooking instalada no Mercado Municipal da Ericeira. 

Os produtores regionais de vinho e cerveja artesanal do concelho de Mafra também estão presentes para harmonizar as propostas gastronómicas.

 

 

 

CMM/cyberjornal, 21 abril 2017

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!