Castelovidense apagou 100 velas

CVideAugustoChavesFoto: NCV

Augusto José Chaves festejou recentemente, em companhia da família, o seu 100º aniversário. Nasceu em Castelo de Vide a 18 de Fevereiro de 1918, filho de Mamede da Conceição Chaves e de Maria Filomena Coentro. 

O evento, divulgado pelo Notícias de Castelo de Vide - NCV, não é inédito, numa País que já conta com cerca de 4300 centenários, mas tem relevo para os muitos castelovidenses que conviveram ao longo de décadas com o Sr. Augusto, utilizando o seu taxi – um dos dois que em meados do século passado operavam na vila.

Segundo o NCV, Augusto Chaves «perdeu os pais quando tinha 11 anos, num espaço de 15 dias entre o falecimento dos dois. Cedo teve que tomar conta da vida com mais 4 irmãos, cuja mais velha, Mariana, conhecida pela “ bravinha”, assumiu o lugar de mãe. 

Trabalhou como barbeiro, padeiro, cobrador da rodoviária nacional e taxista. Encontra-se bem de saúde, com as suas piadas habituais, na companhia da filha, dos dois netos e de um bisneto».

De acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), em Portugal existem cerca de 4300 idosos com 100 ou mais anos de idade, mas prevê-se que o seu número aumente e dentro de 60 anos, já existam perto de 22 mil.

As projeções do INE divulgadas no fim do passado ano, até 2080 a esperança de vida dos portugueses aumenttará dez anos: os homens chegarão, em média, até aos 87 e as mulheres ultrapassarão os 92 anos.

 

 

 

 

 

 

 

 

NCV/cyberjornal, 20 Fevereiro de 2018

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!