Visita ao Geopark Naturtejo

PortasRodao

O Grupo de Amigos de Castelo de Vide - GACV vai levar a cabo a 12 de Junho um Passeio e Visita ao Geopark Naturtejo.

A observação do Castelo do Rei Wamba, das Portas de Ródão, da Arte Rupestre, da Fauna e da Flora e todos os atrativos que o Alto Tejo oferece, são certamente motivo suficiente para que ninguém deixe de disfrutar desta oportunidade, bastando formalizar a sua inscrição junto do GACV até 8 de Junho.


CVgeoparqueO Geopark Naturtejo da Meseta Meridional estende-se por mais de 4.600 Km 2, ligando a Raia à Beira Interior e passando pelo Pinhal Interior até ao Alto Alentejo. Integra os concelhos de Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Nisa, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão.

Tendo como mais-valia comum a natureza e as excelentes infraestruturas, o Naturtejo oferece uma grande variedade de produtos turísticos e como é natural, um vasto e rico Património Geológico, com mais de 170 geossítios, locais de reconhecido interesse geológico, dos quais se destacam 16 geomonumentos, demonstrativos das principais etapas de história geológica dos últimos 600 milhões de anos na região.

Entre outros, destacamos:

Em Oleiros, a Garganta do Zêzere e as Cascatas da Fraga da Água d'Alta. Em Idanha-a-Nova, o Parque Icnológico de Penha Garcia; Minas de Segura; Montes-ilha de Monsanto e Canhões Fluviais do Rio Erges. Em Vila Velha de Ródão, o Monumento Natural das Portas de Ródão e os Troncos Fósseis.

De destacar ainda, o Geomonumento das Portas de Almourão, que se estende por Proença-a-Nova e Vila Velha de Ródão; o miradouro Geomorfológico das Corgas, em Proença-a-Nova e a Falha do Ponsul, que vai de Nisa a Vila Velha de Ródão, Castelo Branco e Idanha-a-Nova.

Também não podemos deixar de apontar os Blocos Pedunculados de Arez-Alpalhão, o Complexo Mineiro de Monforte da Beira, em Castelo Branco e a Mina de Ouro do Conhal do Arneiro, em Nisa.

Na área pontuam também diversos jardins e parques, dos quais destacamos o Jardim do Paço Episcopal de Castelo Branco, um dos mais originais exemplares do Barroco em Portugall, com realce para a estatuária e a disposição dos seus elementos em percursos temáticos. E, ainda na mesma cidade, merecem visita o Parque da Cidade e o Parque Urbano.

Em pleno centro de Proença-a-Nova surge a grande mancha verde do Parque Urbano Comendador Martins, com o seu parque infantil, espaço internet, palco para espectáculos ao ar livre, biblioteca infantil, galeria e cafetaria, para além de uma ampla zona verde atravessada pela Ribeiro de Santa Margarida (recentemente requalificado).

Para além das cidades e vilas, dotadas de monumentos e templos de visita obrigatória, a área engloba ainda as mais diversas e interessantes aldeias e povoados.

Com um aspecto muito pitoresco e uma magia muito própria, as aldeias de xisto, são aglomerados de pequenas construções de carácter popular construídas - como o nome indica - em xisto, e encontram-se um pouco por todo o Geopark Naturtejo.

Geralmente implantadas nos declives acentuados que caracterizam a região, apresentam um mimetismo com a paisagem e o seu valor reside na arquitectura simples e despojada das casas e palheiros, trespassadas por ruas estreitas que convidam a deambular e a desfrutar da vida serena que por lá se vive. Encontram-se em Proença-a-Nova (Aldeia Figueira), Oleiros (Vila de Álvaro), Vila Velha de Ródão (Aldeia da Foz do Cobrão) e na parte ocidental de Castelo Branco (Aldeia das Sarzedas e Martim Branco).

Incontornáveis ainda as aldeias históricas de Idanha-a-Nova e Monsanto.

Idanha-a-Nova era a conhecida cidade romana Civitas Aegitidanorum (documentada desde o ano 16 a.C.), e referência obrigatória de todos os roteiros arqueológicos de Portugal.

Monsanto foi considerada em 1938, “Aldeia mais portuguesa de Portugal” e embora o seu imponente castelo medieval tenha sido parcialmente destruído pela explosão acidental do paiol de munições, no século XIX, numa noite de Natal, restam ainda duas torres, a do Peão e a de Menagem, para além das belíssimas ruínas da Capela românica de S. Miguel (séc. XII), que testemunham a importância que teve outrora.

Estes são apenas alguns dos muitos atrativos do Geopark Naturtejo, que merece agora a visita dos seus vizinhos do Grupo de Amigos de Castelo de Vide.

 

 

Cyberjornal, 30 maio 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!