Anadia assinala Dia Mundial da Árvore

Anadiaarvore15

 

A Câmara Municipal de Anadia vai assinalar o Dia Mundial da Árvore e o Dia Internacional das Florestas, que se comemoram a 21 de março, oferecendo um castanheiro a todos os jardins de infância e escolas do 1º ciclo do ensino básico (1º CEB) da rede pública do concelho.

 

 

 

 

 

 

Esta ação tem como objetivo sensibilizar as crianças para o papel das árvores no equilíbrio ambiental e ecológico e na qualidade de vida das populações, devendo estas ser alertadas para a necessidade de preservação das árvores e da floresta. Segundo dados do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), só nas áreas sujeitas a regime florestal em Portugal, estão fixados cerca de 26 milhões de toneladas de carbono e a qualidade da água que bebemos está diretamente relacionada com a qualidade das nossas florestas.

A escolha do castanheiro para plantação pelas crianças dos estabelecimentos de educação e ensino de Anadia prende-se com o caráter duradouro da árvore, que pode atingir mais de um milhar de anos de idade. Não é uma espécie autóctone, mas sabe-se que está presente no território português há muitos séculos, pelo que é considerada como uma espécie indígena. Pensa-se que o castanheiro terá sido introduzido na Península Ibérica durante a ocupação romana, período em que era conhecido como a árvore-do-pão, já que o seu fruto, a castanha, era um alimento rico e um importante meio de subsistência para os exércitos em campanha. Em Portugal continental, o castanheiro está espalhado um pouco por todo o país, muito embora se tenha assistido, nos últimos cem anos, a uma clara diminuição da área ocupada por esta espécie. Hoje em dia, a sua presença mais significativa verifica-se na região a norte do rio Tejo.

 

 

 

CMA/cyberjornal, 17 Março 2015

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!