Em Amarante 75% dos lares separam resíduos

(Presidente da Câmara Municipal de Amarante, José Luís Gaspar, o Diretor de Marketing da Sociedade Ponto Verde, Mário Raposo, e o Administrador da RESINORTE, Gerardo Saraiva Menezes)

AmaranteOut14A Sociedade Ponto Verde, através da Missão Reciclar, percorreu o Município de Amarante, onde foi conhecer os hábitos dos seus habitantes no que diz respeito à reciclagem de embalagens e incentivou os lares que ainda não reciclam a iniciar a separação de resíduos em sua casa.

 

 

 

 

 

 

(Pormenor do público presente na Sessão Pública de apresentação de resultados da Missão Reciclar)

AmaranteOut014

No âmbito desta iniciativa, decorreu a 14 de outubro, no auditório da Casa da Portela, a Sessão Pública de apresentação de resultados da ação, que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Amarante, José Luís Gaspar, do Diretor de Marketing da Sociedade Ponto Verde, Mário Raposo, do Administrador da RESINORTE, Gerardo Saraiva Menezes, dos Presidentes de Junta de Freguesia, membros das IPSS's, Diretores das Escolas, GNR, Bombeiros e Universidade Sénior.

 

O Presidente da Câmara começou o seu discurso agradecendo à Sociedade Ponto Verde a realização desta iniciativa em Amarante e aproveitou o momento para fazer um apelo: «de hoje em diante, por favor, coloquem Amarante nos vossos destinos, porque as questões de sensibilização ambiental dizem respeito a todos, e são, também, parte da missão de uma autarquia».

 

E continuou: «esta é uma ação de grande valia pedagógica, que quero destacar mais uma vez, sublinhando que é um gosto para mim, enquanto autarca acolher na minha terra um projeto tão oportuno».

 

De acordo com os resultados obtidos através de questionário realizado a 1729 lares, 75% dos inquiridos faz a reciclagem de embalagens usadas.

 

Durante a ação nos lares foram entregues, a quem não tinha o hábito de separação e também a quem já separava mas não tinha um ecoponto doméstico, 1442 conjuntos de ecobags, constituídos por três sacos das cores dos ecopontos para separação seletiva de embalagens.

 

Quando questionados sobre a razão para a não separação doméstica do lixo produzido, os 25% de não separadores apontaram a falta de recipientes próprios para o efeito (30,3%), a noção do excessivo trabalho pessoal/familiar implicado (44,3%) e a distância ao ecoponto (8,6%).

 

No Município de Amarante foram contactados 8.954 lares, dos quais 1.729 abriram as suas portas à equipa da Missão Reciclar.

 

Esta iniciativa tem como objetivo converter todos os que ainda não reciclam em separadores totais (que separam todos os tipos de embalagens) e clarificar as regras de reciclagem a todos os que reciclam.

 

A ação decorre em parceria com os Municípios e os Sistemas Municipais e pretende continuar a criar condições para que um número cada vez maior de portugueses cumpra a sua missão cívica de separar os seus resíduos de embalagem e de colocá-los no ecoponto correto, contribuindo para que estes sejam encaminhados para reciclagem.

 

Em 2013, a Sociedade Ponto Verde encaminhou para reciclagem no total do País mais de 382 mil toneladas de resíduos de embalagem no âmbito do fluxo urbano, um crescimento de 7% em relação ao ano anterior.

 

 

CMA/cyberjornal, 17 Outubro 2014

 

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!