Estarreja, município ECOXXI

EstarrejaEcosustentav15Distinguido pela 5ª vez pelas boas práticas sustentáveis, Estarreja voltou a destacar-se a nível nacional pelas boas práticas de sustentabilidade nas suas políticas municipais.

Não só se evidenciou especialmente na edição 2015 por ter atingido índices ECOXXI superiores a 70%, como é um dos exemplos de boas práticas no panorama nacional. Estarreja está no grupo dos 43 municípios que foram galardoados com a Bandeira Verde ECOXXI em 2015, num projeto que visa premiar as boas práticas de sustentabilidade nas políticas municipais.

 

 

 

 

 

 

 

 

EstarrejaEcoescola15O Município recebeu pelo 5º ano consecutivo o galardão da sustentabilidade, resultado da candidatura apresentada ao projecto da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). O empenho de Estarreja é mais uma vez reconhecido tendo melhorado o índice verde na candidatura deste ano para 70,3% e ficando desta forma incluído no grupo de oito municípios com índice ECOXXI superior a 70%.

 

Tendo por base os objetivos da Agenda 21, este galardão procura, através de um sistema de 21 indicadores de sustentabilidade, avaliar o desempenho dos municípios em 13 temas chave: educação ambiental, sociedade civil, instituições, conservação da natureza, ar, água, energia, resíduos, mobilidade, ruído, agricultura, turismo e ordenamento do território.

 

Cooperação com a sociedade civil; conservação da natureza (biodiversidade e geodiversidade); conhecer, educar e divulgar; qualidade do ar e informação ao público; qualidade da Água para consumo humano; produção e recolha seletiva de resíduos urbanos; e valorização do papel da energia na gestão municipal são os itens de ponderação onde Estarreja se destaca de forma muito positiva.

Com o objetivo de reconhecer e premiar os 43 municípios que demonstraram empenho na implementação do desenvolvimento sustentável, a cerimónia “Galardão ECOXXI 2015” decorreu em setembro, em Sesimbra, tendo incluído a apresentação de boas práticas em municípios ECOXXI e a entrega dos galardões e bandeiras aos municípios participantes em 2015.

 

O vereador da Câmara Municipal de Estarreja, João Alegria, apresentou nessa sessão o Projeto EcoCidade que teve como objetivo “renovar e transformar a Cidade num espaço sustentável de referência, mantendo-a como área privilegiada de encontro e o centro das dinâmicas socioculturais e económicas do Concelho, levando o Município a apostar na qualificação dos espaços públicos e do ambiente urbano e na mobilização de todos os agentes locais em torno de uma estratégia integrada de desenvolvimento urbano sustentável.”

 

Para além disso, foram evidenciadas um conjunto de boas práticas na área da educação ambiental para a sustentabilidade com a participação das escolas e da comunidade.

6 Eco-Escolas no município

 

Os mais novos também dão o exemplo e no mapa verde estarrejense, localizam-se este ano 6 Eco-Escolas. O galardão 2014/2015 foi atribuído no passado dia 15 de outubro, em Torres Vedras,  à EBI Pardilhó, EB 2,3 Egas Moniz, EB1 do Mato, EB 2,3 Padre Donaciano, EB1 Visconde de Salreu e Escola Secundária. No dia em que se comemorou a Bandeira Verde Eco-Escolas foi reconhecido o trabalho de todos os que contribuíram para tornar mais sustentável o dia-a-dia da escola e da comunidade onde se insere.

 

Eco-Escolas é um programa internacional da “Foundation for Environmental Education”, desenvolvido em Portugal desde 1996 pela ABAE. Pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade. Decorrem até dia 30 as inscrições para o galardão do ano letivo 2015/2016 e tudo leva a crer que o número de escolas estarrejenses participantes irá aumentar.

 

Reconhecido pelas boas práticas ambientais, são muitas as iniciativas levadas a cabo pelo município estarrejense com o propósito de sensibilizar a população para a importância de manter comportamentos sustentáveis, capazes de envolver toda a comunidade. A 5ª Bandeira Verde dada ao Município, as seis Eco Escolas e o destaque dado a Estarreja no trabalho de educação ambiental confirmam a excelência e qualidade do trabalho desenvolvido, em constante relação com a população.

 

 

 

 

 

CME/cyberjornal, 23 Outubro 2015

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!