Oeiras zela pela sustentabilidade ambiental

OeirasPlMPombal15

Em Oeiras, os jardins do Palácio do Marquês de Pombal começaram a ser regados com a água da mina que ali se encontra, em substituição da água proveniente da rede pública. Com a realização desta obra, o Município deu continuidade à sua política de aproveitamento de águas subterrâneas para a rega dos espaços verdes, realizando um investimento com retorno quer do ponto de vista financeiro quer do de sustentabilidade ambiental.

Esta intervenção englobada no “Plano Estratégico da Água”, cujo investimento rondou 9 446,40 €, acarretará uma poupança anual previsível de cerca de 15 000,00€ no consumo de água.

Refira-se que se trata da 18ª captação de água em funcionamento no concelho, sendo que também outros espaços verdes são regados sem recorrer à utilização da rede pública, como são o caso do Parque dos Poetas, da Quinta de Santo António (Miraflores), do Parque Urbano de Miraflores e da Fábrica da Pólvora de Barcarena, entre outros.

CMO/cyberjornal, 8 Outubro 2015

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!