Regularização da Ribeira da Salgueirinha

PalmelaeCamaraA Câmara Municipal de Palmela vai proceder à regularização do troço de Pinhal Novo da Ribeira da Salgueirinha, intervenção enquadrada por uma candidatura do Município apresentada em abril deste ano, a Fundos Ambientais do Estado Português, geridos pela APA – Agência Portuguesa do Ambiente. A candidatura foi aprovada pelo Secretário de Estado do Ambiente, Paulo Lemos, e o projeto insere-se no Fundo de Proteção de Recursos Hídricos, na tipologia “projetos que contribuam para o controlo de cheias e outras intervenções de sistematização fluvial”.

Esta intervenção, com um custo estimado de 2.244.800 euros (85% APA – 1.908.080,00 euros e 15% Município – 336.720,00 euros), tem um prazo de execução de três anos, deverá ter início, no terreno, no final do próximo ano e ficará concluída em outubro de 2017.

A recuperação e regularização do troço de Pinhal Novo abrange uma extensão de 5 Km, entre a zona de confluência da Ribeira do Alecrim (a montante-sul) e a Barragem da Brejoeira (a jusante-norte) e tem como objetivos a prevenção de inundações na vila de Pinhal Novo e na respetiva bacia hidrográfica; repor as condições naturais de drenagem pluvial e potenciar a requalificação da paisagem. Os trabalhos integram a substituição de onze atravessamentos (dois sob a linha de caminho de ferro), a substituição de dois troços cobertos, a regularização do leito e limpeza e desobstrução da ribeira.

A regularização da Ribeira da Salgueirinha - uma reivindicação antiga do Município e da Freguesia de Pinhal Novo, em particular, inscrita em PIDDAC diversos anos e um compromisso não concretizado pela Administração Central, objeto de inúmeras moções e reivindicações políticas - contribuirá para a melhoria da qualidade de vida da população, para o desenvolvimento socioeconómico local e para a requalificação da paisagem, conciliando as dimensões ambiental, rural e urbana.

CMP/cyberjornal, 2 Janeiro 2015

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!