'Juramentos Indiscretos' no D. Maria II

CarlaChambel1O Teatro Nacional D. Maria II está a apresentar a peça “Juramentos Indiscretos”, de Marivaux, encenada por José Peixoto, que estará em palco na Sala Garrett até 15 de Dezembro, podendo ser vista de quarta a domingo.

 

 

 

 

 

 

CarlaChambelSinopse
Conforme as regras do séc. XVIII, dois jovens são destinados um ao outro para fazerem um casamento programado pelos pais sem o seu conhecimento e no interesse das respectivas famílias. Numa atitude de irreverência e revolucionando os costumes da época, decidem encontrar-se para declararem a respectiva indisponibilidade para esse casamento. Nesse encontro, porém, são surpreendidos pelo estranho sentimento de não aceitação da rejeição proposta pelo outro. Todo o resto da história é a tentativa da manutenção da fidelidade à palavra dada e a resistência a um amor que se vai impondo à maneira que se vão tentando explicar e supostamente afastar. Nesta luta entra uma irmã que se põe entre o par amoroso e vai fazendo crescer o ciúme e o sofrimento de amor. Entram uns criados que defendem os interesses dos amos enquanto defendem os seus. Resta analisar se as famílias não continuam a controlar e a conduzir os nossos afectos e as sociedades a condicionar as nossas opções.
Ficha Artística
Adriana Moniz, Carla Chambel, Carlos Malvarez, Jorge Silva, José Peixoto, Nuno Nunes, Sara Cipriano

Ficha Técnica
Texto: Marivaux
Tradução: Maria João Brilhante

Encenação: José Peixoto
Cenografia: Marta Carreiras
Conceito de Figurinos: Marta Carreiras
Desenho de Luz: Jochen Pasternacki
Música: Luís Cília
Assistência de Encenação: Anna Eremin
Co-Produção: Teatro dos Aloés, TNSJ
Classificação: M/12
Em cena de 28 de Novembro até 15 de Dezembro de 2013 na Sala Garrett do Teatro Nacional D. Maria II
Quartas-feiras às 19 horas

Quinta-feiras a sábados às 21 horas
Domingos às 16 horas

 

cyberjornal, 29 novembro 2013

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!