Técnicos de Multimédia… apresentam-se e são premiados!

CidadeEscolaSec1Por: José d’Encarnação

 

Decorreu, na noite de sábado, 5, no Auditório da Sr.ª da Boa Nova, na Galiza (Estoril), a gala do 6º Prémio Boomerang, relativo ao Curso Profissional de Técnico de Multimédia (Escola Secundária da Cidadela – Cascais).

CidadeEscolaSecPresentes, a mais recente vereadora da Câmara, Catarina Marques Vieira, do pelouro da Juventude; a Chefe da Esquadra da PSP de Cascais, Ana Ribeirinho; o presidente da Junta de Freguesia Cascais e Estoril, Pedro Morais Soares; e também, em representação do vereador da Educação, o director municipal Miguel Arrobas. E, claro, docentes, estudantes e seus familiares. De salientar o naipe de finalistas (33, se bem os contei!...) que fizeram questão em se apresentar… para uma gala que se preza – e foi mui agradável de ver-se! O auditório registou enchente, em noite que não vai esquecer-se!

A sessão começou com acolhedora apresentação de um bailado por alunos da escola-sede, grupo que também viria a brindar-nos com mais um número no começo da 2ª parte.

Timoneira deste barco e sua dinamizadora é, desde há vários anos, a Professora Teresa Campos, mui justamente homenageada no final da sessão com, nomeadamente, a projecção de imagens, em instantâneos do que tem sido esta actividade. Parabéns à sua enorme capacidade de aliciar os estudantes para uma área profissional de raro mérito e de cativar empresas que a vêm acompanhando, mediante a disponibilização de estágios que muito ajudam a completar, na prática, a formação teórica.

Anote-se que o Agrupamento de Escolas da Cidadela tem, além do ensino regular – que vai desde o jardim-de-infância até ao 12º ano –, três cursos profissionais: este, de Multimédia, o de Turismo e o 3º vai começar, no próximo ano, o de Técnico de Salvamento em Meio Aquático. Esta, por exemplo, uma das informações que Director do Agrupamento, Prof. José João Gonçalves, deu no momento de galardoar os melhores alunos desse ensino regular. Assim, referiu que, com a colaboração da autarquia, se lograram construir duas salas para o Jardim-de-infância de Murches (até aí a funcionar numa garagem); que se arranjou nova cobertura para o pátio da escola do Cobre; se inaugurou um campo de jogos com relvado sintético (notícia de que Cyberjornal se fez eco, na sua edição de 31 de Maio deste ano); dispõe-se agora de um auditório de 120 lugares; e participou-se no Ibercup 2014 (a escola cedeu as instalações para alojamento de participantes); enfim, concluiu, «continuamos a trabalhar para uma escola aberta à comunidade».

E os prémios de excelência, destinados a galardoar o melhor aluno de cada ano foram para os seguintes estudantes: 5º ano, Diogo Silva; 6º ano, Beatriz Oliveira; 7º, Duarte Carrasco; 8º, Maria Sousa Nunes; 9º, Rita Barros Jorge; 10º, Salvador Gouveia (media de 19,6 valores!); 11º, Pedro Mendonça (19,4 valores!); 12º, Maria Raposo Marques.

Estavam nomeados cerca de uma dezena de trabalhos em cada modalidade, de que um foi o distinguido nas seguintes modalidades, distribuídas por cada um dos três anos do Curso Multimédia: fotografia, curta-metragem e documentário, aplicação móvel, animação 2 D (que arrancou aplausos!), cartazes publicitários, melhor efeito visual, ficção (nesta categoria, por exemplo, o galardoado foi o filme ‘Doença silenciosa’, sobre a SIDA), logótipo, projectos BD, animações sobre o concelho de Cascais, portfólio, melhor site (esta era a PAP, prova de aptidão profissional, o trabalho final, prémio que Isabella Cunha emotivamente agradeceu).

Foram também atribuídos prémios de mérito aos melhores alunos de cada ano do Curso de Multimédia: Henrique Leonês (1º ano), Renato Duarte (2º), Pedro Sequeira (3º). E Soraia Laibaças foi galardoada com o Prémio de Excelência, um prémio… absoluto!

Enfim, uma noite especial, em que se sentiu comunidade – e esta é, sem dúvida, uma das grandes missões da Escola! A Escola que sabe exigir e sabe recompensar, incentivando!

Parabéns!

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!