O sangue correu na Turquia

lutogolpestado

 

 A velha Europa continua a ser pasto de uma violência pouco habitual. Depois dos ataques terroristas, o último dos quais, em Nice, França, perpetuado no Dia da Bastilha, a noite de ontem foi de novo sangrenta. Desta feita Ancara e Istambul estiveram a ferro e fogo. Na Turquia, um golpe de Estado que acabou por fracassar causou mais de 260 mortes, e ferimentos em mais de 1.150 pessoas.

 

 

Parte do exercito turco participou neste golpe de Estado que visou tirar do poder Recep Tayyip Erdogan, que estando de férias, regressou ao País e logrou dominar a situação.

Embora ainda não se saiba quem orquestrou esta revolta, já se sabe que 1.563 militares foram detidos, e que cinco generais e 29 coronéis foram demitidos das suas funções. Foram abatidos pelo menos  104 militares, incluindo uma alta patente do Exército. 

 

 

cyberjornal, 16 Julho 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!