Salesianos na reconstrução de Angola

salesianosigreja16

 

Em despacho de Luanda, datado de 18 de Janeiro, a ANS – Agenzia Info Salesiana dá conta de como os membros da Congregação Salesiana e a própria Igreja Católica estão empenhados na reconstrução do país e em dar novo alento aos jovens, procurando sarar as feridas deixadas pela guerra que ali grassou entre 1975 e 2002.

 

 

 

 

 Explicita-se nomeadamente:

«A reconstrução de igrejas é um dos sinais desse esforço de reconstrução humana, material, estrutural, educativa, familiar, espiritual, que se está a realizar no país. Terminada a guerra em 2002, iniciou-se, de facto, com entusiasmo essa reconstrução. Os Salesianos conseguiram primeiramente ajudas para a reconstrução de escolas, centros de formação profissional, ambulatórios e infra-estruturas em geral.

Num segundo momento, passou-se à reconstrução dos templos: com a contribuição e a colaboração da própria população, mas também com o auxílio de benfeitores, iniciou-se e levou-se por diante essa importante tarefa. Foi assim que se pôde terminar, em Cangamba, Nossa Senhora da Paz, entregue à diocese; em Cangumbe, São José; em Cangonga, Sant’Ana; em Chicala, Cristo Rei; em Luena, Nossa Senhora da Reconciliação, entregue à diocese.

Foram outrossim levantados alguns grandes templos: em Sangondo, São Bento, e, em Calunjinji, São Carlos Lwanga. Além disso, já são dezenas as pequenas ou grandes capelas construídas ou reestruturadas, em estreita colaboração com as comunidades locais.

Os Salesianos de Angola esperam, agora, continuar a reerguer a ‘Igreja de Deus feita de Pessoas’, que vivem na Fé e na Caridade, e esperam que este esforço se concretize também na realização de lindos lugares sagrados para louvar a Deus e ouvir a Sua palavra como comunidade de irmãos».

cyberjornal, 19 Janeiro 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!