Estremoz divulga regras para as queimadas

ESTREMOZPROTCIVIL

Recebemos do Gabinete Municipal de Proteção Cívil de Estremoz um comunicado com as regras do município para as queimadas, muito habituais nesta época.

Comunicado que transcrevemos na íntegra:

 

 

 «Gabinete Municipal de Proteção Civil informa:

 

- O que é que se pretende realizar: queima ou queimada?

 

Queima:

Uso do fogo para eliminar sobrantes de exploração cortados e amontoados.

Queimada: Uso do  fogo para renovação de  pastagens, eliminação de  restolho e eliminação de sobrantes de exploração cortados mas não amontoados.

 

- Quando é que se pode realizar uma queima?

 

- Fora do período crítico (a partir de 1 de Outubro);

- Desde que o risco de incêndio seja reduzido, moderado ou elevado (se for muito elevado ou máximo NÃO pode fazer a queima).

- A queima não precisade licença. É necessário informar os Bombeiros no início da  queima, através do telefone 268337360.

 

- Quando é que se pode realizar uma queimada?

 

- Fora do período crítico.

- Desde que o risco de incêndio seja reduzido ou moderado (se for elevado, muito elevado ou máximo NÃO pode fazer a queimada).

- Aqueimada é licenciada pela Câmara Municipal de Estremoz. É necessário informar os Bombeiros no início da queimada, através do telefone 268337360.

 

- Oque é o período crítico?

 

Peodo em que vigoram medidas e acções especiais de prevenção contra incêndios. Em 2015o período crítico vigorou entre 1 de Julho e 30 de Setembro.

Considera-se fora do peodo crítico o período entre 1 de Outubro e 30 de Junho.

 

- Onde consultar o risco de inndio diário no respetivo município?

 

- Contactar a CâmaraMunicipal–Gabinete Municipal de Proteção Civil;

- Consultar o site do Instituto Português do Mar e da Atmosfera em www.ipma.pt.

- Consultar o Quadro de Risco de Incêndio localizado no Parque de Feiras.

 

- Se for realizar uma queima ou queimada, deve evitar:

- Peodos de vento forte, pois aumenta a intensidade da chama e pode provocar focos de incêndio na envolvente.

- Os dias mais quentes, pois os sobrantes e pastos encontram-se mais secos.

- A proximidade de árvores, pilhas de lenha, bilhas de gás, outro material de elevada inflamabilidade e de linhas eléctricas.

- Queimar amontoados de grandes dimensões, preferindo vários montes de menor dimensão»

 

 

 

 

 

CME/cybrjornal, 7 Outubro 2015

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!