Perigo no Forte da Parede

ParedeFev16p7ppppp

O Forte da Bataria de Artilharia de Costa da Parede que deverá dar lugar, em breve, ao Museu Militar de Artilharia de Costa e a um jardim e parque temático para usufruto da população, presentemente constitui um perigo para quem o visita.

Acontece que os portões existentes ao lado do Centro de Saúde da Parede se encontram abertos, facultando a entrada de muitos paredenses que ali deixam os carros quando se dirigem àquela unidade de Saúde, fazem caminhadas exploratórias ou passeiam os seus animais de estimação. O espaço é também frequentado por crianças e jovens que ali fazem exercícios ou brincam.

 

 

 

 

 

 

ParedeFev16p9ppNuma pequena incursão, os repórteres do cyberjornal tiveram oportunidade de concluir que, para além de usufruir uma vista maravilhosa sobre a Parede e sobre o mar, quem passeia naquele espaço pode cair numa autêntica armadilha.

Seguindo um dos trilhos abertos perto do dito portão, deparamos com um enorme orifício (talvez um respiradouro), cheio de água e totalmente desprotegido. Desprotegido também o enorme muro, no fundo do qual se situam a casa do guarda do forte e outros edifícios degradados. Uma queda acidental naquela cavidade cimentada seria fatal. ParedeFev16 p20pp

Até mesmo a casa dos graduados, já em ruínas e o pórtico da pista de obstáculos onde os jovens fazem exercícios não são isentos de risco, pelo que é urgente que as entidades responsáveis tomem as medidas necessárias para vedarem o acesso aos visitantes, ou protegerem os vários locais que representam perigo, de modo a evitar qualquer acidente inesperado.

Recorda-se que o Museu de Artilharia de Costa e Parque Temático, fruto da parceria entre a Câmara Municipal de Cascais e o Exército Português representa um investimento municipal de um milhão de euros.

 

 

 

 

cyberjornal, 23 Fevereiro 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!