Serra do Marão candidata a Património Natural

SerraMarao16Foi aprovada a 1 de junho a candidatura do Município de Amarante ao programa Património Natural, do Norte 2020, no valor global de 345 mil euros, com uma taxa de comparticipação de 85% a fundo perdido. O projeto, com a duração de 24 meses tem como objetivo valorizar a Serra do Marão enquanto património natural e destino de natureza, através do desenvolvimento de estratégias de proteção de valores naturais, o recreio e lazer, o turismo e a fruição da paisagem e uma melhor articulação com o território urbano e rural envolvente.

 

 

 

 

 

Neste pressuposto, o programa visa ainda definir corredores verdes de conexão urbano-rural, desde a Serra do Marão às zonas ribeirinhas de Amarante.

A operação, promovida pela Câmara Municipal de Amarante, tem em vista a criação de planos estratégicos e correspondentes mecanismos de ação de valorização do património natural do concelho, particularmente no que diz respeito à Serra do Marão e à sua relação com o centro urbano. O projeto procura a harmonizar os fatores de conservação da natureza, com o desenvolvimento económico, sobretudo com base na valorização dos recursos endógenos e do turismo.

Amarante – Marão, a Natureza é o Destino” permitirá ainda investir na consolidação da marca Marão, tendo em vista a atração de turistas e visitantes e a criação de novos públicos sensíveis à visitação, proteção e usufruto sustentável da Serra.

 

 

 

 

CMA/cyberjornal, 7 junho 2016

Para inserir um comentário você precisa estar cadastrado!